Olá pessoal!!!































































Fiz este blog para dividir com vocês um pouco do que pesquiso na net e também do que tenho de material voltado à educação.

Estive um longo período sem postar nada, pois 2011 foi um ano de adaptações a nova função, a nova escola.

Tentarei estar mais presente neste, e buscar novidades para postar.


Espero poder contribuir um pouquinho com cada um de vocês que passarem por aqui.


Um grande abraço a todos!!!



Ana Lúcia































quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

VOLTA ÀS AULAS
















MATERNAL
Atividades em sala:
★ Recepção das crianças com fantoches e colocação dos crachás com os seus
respectivos nomes
★ Exploração dos instrumentos musicais de percussão e recepção com músicas de “Boas-Vindas” citando o nome de cada um

Atividades na quadra:
★ Bolinha de sabão
★ Brincadeiras com bola explorando todo o espaço e os brinquedos da quadra (boliche, dominó gigante, palitos gigante, etc )

Atividades no pátio:
★ Pula- pula
★ Brincadeiras de roda
★ Brincadeira no tanque de areia
★ Exploração dos brinquedos do pátio
(escorregador, balanço, trepa- trepa, etc)

DECORAÇÃO

PASSATEMPO


















terça-feira, 26 de janeiro de 2010

ATIVIDADES PARA EDUCAÇÃO INFANTIL




BRINCADEIRAS

RÓTULOS
Um é exibido, outro é engraçado. Será mesmo possível classificar os colegas assim?
_IDADE A partir de 7 anos.
_O QUE DESENVOLVE Trabalho em grupo.
_MATERIAL Rótulos (feitos pelo professor) e fita adesiva.
_ORGANIZAÇÃO As crianças andam livremente pela classe.
_COMO BRINCAR Os alunos se organizam em roda e fecham os olhos. Enquanto isso, você fixa um rótulo na testa de cada um (Sou surdo. Grite! / Sou engraçado. Sorria. / Sou indeciso. Diga-me o que fazer. / Sou poderoso. Respeite-me. / Sei tudo. Pergunte-me. / Sou antipático. Evite-me.). Ao seu sinal, eles abrem os olhos e começam a andar pela sala. Quando encontram um colega, lêem (mas não dizem) o que está escrito em sua testa e agem de acordo com as instruções. Por exemplo, se a criança lê “Sou prepotente. Tenha medo!”, ela deve expressar receio e fugir desse colega. Depois de um tempo, quando todos olharam os rótulos dos colegas, formam uma nova roda. Pergunte se cada aluno descobriu o que estava escrito em sua testa. Em seguida, eles conferem se acertaram. Incentive cada um a contar como se sentiu e, depois, peça às crianças para comparar a experiência que viveram com situações reais. Pergunte se elas costumam “rotular” os colegas ou acham que são rotulada

BOCA DE FORNO
Primeiro uma pessoa é eleita como "o senhor" , esta pessoa irá dar as ordens na brincadeira ,os demais participantes terão apenas que cumprir suas ordens. A ordem consiste em achar um determinado objeto, caso a criança não consiga encontrar e trazer o objeto pedido ela é obrigada a pagar uma prenda que pode ser cantar ou dançar uma musica, imitar um bicho ou qualquer outra coisa.


Senhor: - Boca de Forno
Crianças: - Forno!
Senhor: - Faz o que eu mandar?
Crianças: - Faço
Senhor: - Se não fizer?
Crianças: - Toma bolo.


Então o Senhor manda que as crianças peguem um objeto

BARQUINHO
Um jogador diz em voz alta: “De Havana veio um barco carregado de...” e acrescenta o nome de um produto que pode ser transportado por barco. Exemplo: laranja.
O jogador seguinte deve dizer o nome de outra mercadoria que comece com a mesma letra que a primeira, por exemplo: “De Havana veio um barco carregado de lápis”.
Quando um jogador não conseguir lembrar de algum produto que não foi falado será eliminado.
Depois que alguém for eliminado o jogador que ficou por ultimo começa o jogo com outra letra.

AGACHA-AGACHA
Nessa brincadeira de perseguição, a criançada corre, agacha e levanta, aperfeiçoando os movimentos
- IDADE A partir de 4 anos.
- LOCAL Pátio ou outro espaço amplo.
-PARTICIPANTES No mínimo três.
-COMO BRINCAR Uma criança é eleita o pegador. Para não serem apanhadas, as demais fogem e se agacham.
Quando o pegador consegue tocar um colega que está em pé, passa sua função a ele. Não há um vencedor.
A brincadeira acaba quando as crianças se cansam.


PASSARELA DO SABER
Objetivos: vivenciar os conhecimentos adquiridos em sala de aula de forma lúdica e divertida, e auxiliar a assimilação de conteúdos .
Materiais: passarela construída em emborrachado, um dado, cartões com perguntas.
disposição: quatro equipes colocadas nos quatro cantos de um salão e a passarela montada no centro.
Desenvolvimento: por sorteio define-se em que ordem as equipes jogam o dado. Ao jogá-lo a equipe deverá colocar o peão na peça correspondente ao número sorteado. O mediador de posse do cartão ler a pergunta, se a equipe acertar a resposta, passa a ocupar esta peça com o peão e passa a vez para a outra equipe.
Se errar volta o peão ao início . Vencerá , a equipe que atravessar a passarela primeiro

BANDEIRINHA
Formam dois grupos ou dois times, com o mesmo número de crianças. Podem ser do mesmo sexo ou não. Uma linha é traçada dividindo os dois campos. É fixada uma bandeirinha ( que pode ser também um pedaço de pau) em cada campo. As duas bandeirinhas ficam na mesma distância da linha central.
Depois disso, começa o jogo quando os membros dos grupos tentam entrar no campo do outro, tentando trazer da bandeira para o seu campo. O time que conseguir primeiro é o vencedor.
Durante o jogo a criança que for pega dentro do campo adversário será "colada". Se for pega com a bandeirinha na mão, ficará "colada" no local onde a bandeirinha estava fixada.
Se a criança colada não estiver com a bandeirinha na mão, ficará colada no lugar onde for pega. No início do jogo se decide se é do "puxa" ou não.
O time é tirado no par ou impar.
A criança pode ser deslocada por outro jogador do seu time que por acaso chegue ao campo adversário

ANJO DO BEM, ANJO DO MAL

São escolhidas duas crianças uma para ser o Anjo do Bem e a outra o Anjo Mal. Uma outra criança dá a cada uma das outras restantes um nome de fruta, ou uma cor, cochichando-lhe no ouvido.
Inicia-se o jogo com o diálogo: Toc, Toc
A mesma criança que escolheu o nome das frutas e que designou a cada é o porteiro e diz:
Quem bate?
Dependendo da vez, a criança que bate responde: Anjo do Bem ou Anjo do Mal
A criança ( porteiro) diz: O que você quer?
Anjo do Bem ou Anjo do Mal responde: Uma fruta (ou cor )
A criança ( porteiro) pergunta: Que fruta? (ou cor)
A partir daí, o Anjo do Bem ou o Anjo do Mal tem três opções. Se entre as três opções não tiver nenhuma criança que tenha o nome da fruta( ou cor), será então a vez do outro anjo. Se acertar, a criança (fruta ou cor) pertencerá ao Anjo que acertou.
Ganha quem possuir mais crianças.
Exige noção de ordem e alteração por parte dos anjos do Bem e Mal. Também é necessário que as crianças memorizem as frutas ou cores que as representam.

GUERRA DE BOLAS
Divide-se a turma em duas equipes, cada equipe irá ocupar uma metade da quadra. Cada aluno terá nas mãos uma bola de papel, ao sinal começarão a lançar as bolas de papel na quadra adversária, juntando as que estão na sua quadra enviando novamente para o outro lado. Terminado o tempo, o professor dará um sinal e os alunos, ficarão posicionados na linha de fundo da sua quadra, esperando que o professor conte quantas bolas tem em cada quadra. Ganhará a equipe que tiver menos bolas em sua quadra.

PULA SELADivida os alunos em grupos e posicione-os em colunas. Deve haver um espaço entre os alunos de aproximadamente 2 metros. Eles devem inclinar o tronco para frente e apoiar as mãos nos joelhos. Ao sinal, o último aluno de cada coluna deve saltar sobre os que estão parados à sua frente. Quando chegar ao primeiro da fila, deve posicionar-se 2 metros à frente deste e dar um sinal para que o último aluno comece a saltar.
Ganha a fila que chegar à posição inicial primeiro e em que todos os alunos estejam sentados

ORTOGRAFIA




MENSAGENS DIVERSAS




MENSAGEM PARA REUNIÃO DE PAIS

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

DINÂMICAS DE GRUPO

O que é dinâmica de grupo?A expressão Dinâmica de Grupo surgiu pela primeira vez num artigo publicado por Kurt Lewin, em 1944, onde tratava da relação entre teoria e prática em Psicologia Social.
Dynamis é uma palvra grega que significa força, energia, ação. Quando Kurt Lewin utilizou essa expressão e começou a pesquisar os grupos, seu objetivo era o de ensinar às pessoas comportamentos novos através de Dinâmica de Grupo, ou seja, através da discussão e de decisão em grupo, em substituição ao método tradicional de transmissão sistemática de conchecimentos.

Ao iniciar o ano letivo com os alunos, é interesse promover dinâmicas para "quebrar o gelo" entre eles e até mesmo com a professora. Por mais que se conheçam, o início de ano letivo é um recomeço.
MEMORIZAR NOMES (APRESENTAÇÃO)
OBJETIVOS: Memorizar os nomes dos membros de um grupo. Integrar melhor o grupo favorecendo o conhecimento mútuo.

PROCEDIMENTOS: É bom que todos estejam em círculo.
Cada um dirá seu próprio nome acrescentando um adjetivo que tenha a mesma inicial seu nome. Por exemplo: Ricardo risonho.
O seguinte repete o nome do companheiro com o adjetivo e apresenta-se acrescentando um adjetivo ao próprio nome. E assim sucessivamente. Por exemplo: Ricardo risonho, Ana alegre, Mário moreno ....
Ao final partilha-se a experiência: como cada um se sentiu ao dizer o próprio nome, o adjetivos, etc..

TROCANDO OS CRACHÁS
OBJETIVOS: Conhecer os integrantes do grupo, “quebrar o gelo”, chamar à participação e ao movimento.

MATERIAL: Crachás para todos, contendo os nomes de cada um.

PROCESSO: No inicio do encontro, distribuem-se os crachás normalmente, de forma que cada um receba o seu próprio nome.
Após algum tempo, recolher novamente os crachás e colocá-los no chão, com os nomes voltados para baixo. Cada um pega um para si; caso peque o próprio nome, deve trocar.
Colocar o crachá com outro nome e usá-lo enquanto passeia pela sala.
Enfim procurar o verdadeiro dono do nome (crachá) e entregar a ele seu crachá. Aproveitar para uma pequena conversa informal; procurar se conhecer algo que ainda não conhece do colega.
Partilhar a experiência no grande grupo.

RELÂMPAGOOBJETIVOS: Desfazer as “panelinhas” , formar novas parcerias e amizades e descontrair e “acordar” o grupo.

MATERIAL: Não é necessário.

PROCESSO: O facilitador solicita que peguem suas ‘bagagens” ( bolsas, material, pastas, etc.).
“Observe e grave quem é a pessoa que está à sua direita e à sua esquerda.
Vou contar, até cinco e todos deverão trocar de lugar, de modo que ninguém fique perto de quem estava antes.
Quem se sentar por último paga uma prenda.”
Quando estiverem novamente acomodados:
“ Cumprimente e dê boas vindas ao seu novo vizinho.”

CAIXINHA DE SURPRESAS
OBJETIVOS: Despertar e exercitar a criatividade do grupo.

MATERIAL: Caixinha com tiras de papel onde se deve escrever previamente algumas tarefas engraçadas, som com cd ou gravador.

PROCESSO: Formar um círculo. A caixinha deverá circular de mão em mão, até que o som da música pára simultaneamente.
Aquele que estiver com a caixinha no momento em que a música parar, deverá tirar de dentro da caixinha uma papeleta coma tarefa e executá-la.
Continuar a brincadeira até enquanto estiver interessante.


O BONECO
OBJETIVOS: União do grupo, trabalho em equipe e sentido de equipe.

MATERIAL: 2 folhas de papel para cada participante. hidrocor, fita adesiva, cola e tesoura.

PROCESSO: Cada membro do grupo deve desenhar em uma folha de papel uma parte do corpo humano, sem que os outros saibam.
Após todos terem desenhado, pedir que tentem montar um boneco (na certa não vão conseguir pois, Terão vários olhos e nenhuma boca...).
Em seguida, em outra folha de papel, pedir novamente que desenhem as partes do corpo humano (só que dessa vez em grupo) Eles devem se organizar, combinando qual parte cada um deve desenhar.
Em seguida, após desenharem, devem montar o boneco. Terminada a montagem, cada membro deve refletir e falar sobre como foi montar o boneco. Quais a dificuldades, etc. ...

Variação desta dinâmica: Construção de um castelo, dividir os participantes em 03 grupos, pedir que um grupo construa a base ( os alicerces) do castelo, o outro as paredes e o último as torres.

DINÂMICA DO NOME
Objetivo: Esta dinâmica propõe um "quebra gelo" entre os participantes. Ela pode ser proposta no primeiro dia em que um grupo se encontra. É ótima para gravação dos nomes de cada um.
Desenvolvimento: Em círculo, assentados ou de pé, os participantes vão um a um ao centro da roda (ou no próprio lugar) falam seu nome completo, juntamente com um gesto qualquer . Em seguida todos devem dizer o nome da pessoa e repetir o gesto feito por ela.

RECREIO COM CORES
Objetivo: Interação entre os colegas Preparação: A docente prepara cartões coloridos de acordo com o número de alunos. Exemplo: 05 cartões de cada cor – azul, amarelo, verde, vermelho, branco e laranja para distribuí-los aleatoriamente entre 25 crianças.
Desenvolvimento: Propõe um recreio diferente: " Hoje vocês passarão o recreio com os(as) coleguinhas que receberem a mesma cor do cartão que cada um de vocês receberá. É uma oportunidade de nos conhecermos melhor ainda. Será um recreio colorido, diferente e, no retorno, conversaremos sobre as experiências de cada grupo." A professora distribui os cartões e solicita que antes de saírem para brincar e lanchar, que se organizem nos grupos e conversem sobre a cor recebida (o que ela simboliza para cada um, o que existe nessa cor...)A reflexão após o recreio é de extrema importância para a construção de alguns valores.

PENSE BEM
Objetivos: Não fazer com os outros aquilo que não gostaríamos que fizessem conosco; mostrar que, às vezes, exigimos coisas de outras pessoas que nem mesmo nós somos capazes ou gostaríamos de fazer.
Desenvolvimento: Em círculo cada pessoa irá receber um papel e escrever seu nome. Misturar todos e pegar aleatoriamente (não pode ser o próprio). Escrever o que gostaria que a pessoa, a qual está o nome em cima, fizesse no centro do círculo. Na hora em que a pessoa ler o que escreveu, o animador avisa que é a pessoa mesmo que escreveu que irá fazer...


DINÂMICA DE INTEGRAÇÃO MATEMÁTICA

Eu tenho 15. Quem tem o meu número dividido por 5 ?

Eu tenho 3. Quem tem o meu número mais 3 dezenas ?

Eu tenho 33.Quem tem o dobro do meu número ?

Eu tenho 66. Quem tem meu número menos uma dúzia ?

Eu tenho 54. Quem tem o meu número dividido por 9 ?

Eu tenho 6. Quem tem o triplo de meu número ?

Eu tenho 18. Quem tem meu número mais 11?

Eu tenho 29. Quem tem o meu número mais meia dezena ?

Eu tenho 34. Quem tem o meu número menos o dobro de 4 ?

Eu tenho 26. Quem tem a metade de meu número ?

Eu tenho 13. Quem tem o meu número mais uma dezena e meia ?

Eu tenho 28. Quem tem o meu número dividido por 7 ?

Eu tenho 4. Quem tem o meu número vezes 10 ?

Eu tenho 40. Quem tem o meu número mais meia centena ?

Eu tenho 90. Quem tem o meu número dividido por 3 ?

Eu tenho 30. Quem tem o meu número mais uma dúzia ?

Eu tenho 42. Quem tem o meu número dividido por 6 ?

Eu tenho 7. Quem tem o triplo de meu número ?

Eu tenho 21. Quem tem o meu número mais o dobro de 11 ?

Eu tenho 43. Quem tem o meu número menos 4 ?

Eu tenho 39. Quem tem o meu número mais uma centena ?

Eu tenho 139. Quem tem o meu número menos 30 ?

Eu tenho 109.Quem tem o meu número menos o triplo de 3 ?

Eu tenho 100. Quem tem o meu número dividido por 4 ?

Eu tenho 25. Quem tem o meu número mais duas dúzias ?

Eu tenho 49. Quem tem o meu número mais 8 ?

Eu tenho 57. Quem tem o meu número menos 3 dezenas ?

Eu tenho 27. Quem tem o meu número mais o dobro de 7 ?

Eu tenho 41. Quem tem o meu número vezes 2 ?

Eu tenho 82. Quem tem o meu número menos uma dúzia ?

Eu tenho 70. Quem tem o meu número dividido por 2 ?

Eu tenho 35. Quem tem o meu número menos a metade de 22 ?

Eu tenho 24. Quem tem o meu número menos uma dezena ?

Eu tenho 14. Quem tem o meu número menos 2 ?

Eu tenho 12. Quem tem o meu número mais uma centena ?

Eu tenho 112. Quem tem o meu número menos o dobro de 45 ?

Eu tenho 22. Quem tem o meu número dividido por 2 ?

Eu tenho 11. Quem tem o meu número menos 1 ?

Eu tenho 10. Quem tem o meu número menos 2 ?

Eu tenho 8. Quem tem o dobro do meu número?

Eu tenho 16. Quem tem o meu menos a metade de 14 ?

Eu tenho 9. Quem tem o meu número mais uma dezena ?

Eu tenho 19. Quem tem o dobro do meu número ?

Eu tenho 38. Quem tem o meu número mais 8 ?

Eu tenho 45. Quem tem o meu número mais duas dúzias ?

Eu tenho 69. Quem tem o meu número dividido por três ?

Eu tenho 23. Quem tem o dobro do meu número?

Eu tenho 46.Quem tem o meu número mais uma dúzia ?

Eu tenho 58.Quem tem o meu número mais duas dezenas ?

Eu tenho 78. Quem tem a metade do meu número ?

Eu tenho 36. Quem tem o triplo do meu número ?

Eu tenho 108. Quem tem o meu número menos duas dúzias ?

Eu tenho 84. Quem tem o meu número menos a metade de 8 ?

Eu tenho 80. Quem tem o meu número dividido por 4 ?

Eu tenho 20. Quem tem o meu número mais quatro dúzias ?

Eu tenho 68. Quem tem o meu número mais meia dúzia ?

Eu tenho 74. Quem tem a metade do meu número ?

Eu tenho 37. Quem tem o meu número menos meia dúzia ?

Eu tenho 31. Quem tem o meu número mais três dúzias ?

Eu tenho 67. Quem tem o meu número mais o dobro de 9 ?

Eu tenho 85. Quem tem o meu número menos 41 ?

Eu tenho 44. Quem tem o dobro do meu número ?

Eu tenho 88. Quem tem a metade do meu número menos 6 ?

Eu tenho 38. Quem tem o dobro do meu número ?

DANÇA COM PERGUNTAS

Quando tocar a música todos dançam. Quando a música parar os participantes organizam-se em duplas e discutem sobre a pergunta enunciada pelo facilitador.
Perguntas: - O que você entende por valores humanos?
Como vivenciar VH no dia-a-dia?
Qual o valor que vivencio melhor no dia- a –dia?


Qual o valor que tenho mais dificuldade de vivenciar ?