Olá pessoal!!!































































Fiz este blog para dividir com vocês um pouco do que pesquiso na net e também do que tenho de material voltado à educação.

Estive um longo período sem postar nada, pois 2011 foi um ano de adaptações a nova função, a nova escola.

Tentarei estar mais presente neste, e buscar novidades para postar.


Espero poder contribuir um pouquinho com cada um de vocês que passarem por aqui.


Um grande abraço a todos!!!



Ana Lúcia































domingo, 18 de julho de 2010

JOGO DA TABUADA

Objetivo: Fazer com que as crianças memorizem a tabuada do n.º3 (ou do n.º7) através de um jogo simples, divertido no qual é necessário muita atenção.

Grau de Dificuldade: conhecimentos simples de matemática

N.º de crianças: mínimo 2 (ideal: até 7 crianças)
N.º de adultos: neste jogo não há necessidade de adultos. Mas é necessário pelo menos uma criança que conheça bem matemática para esclarecer erros e acertos.



Regras/Funcionamento:

- As crianças que vão jogar devem sentar-se formando uma “roda” de modo que fique claro a ordem de participação de cada uma delas. Desta forma, se houver 5 crianças, todas devem saber a sua “posição”: criança 1, criança 2, criança 3, criança 4, criança 5.
- As crianças falarão em voz alta numa seqüência e após a criança 5, recomeçasse com a criança 1.
- Cada criança falará em voz alta um número ou a palavra mágica ZAP.
- Escolhe-se um número que será o ZAP daquela rodada. Exemplo n.º3
- Desta forma, se 3 é o ZAP, todos os números que são múltiplos de 3 ou cujo último algarismo é 3, não devem ser falados em voz alta e sim a palavra ZAP em seu lugar. Assim os n.º 3, 6, 9, 12, 13, 15, 18, 21, 23, 24, 27, 30,33, etc devem ser substituídos pela palavra ZAP.
- Todas as crianças devem saber bem esta regra e terem conhecimento da tabuada do n.º3.
- A criança n.º 1 deve iniciar a contagem falando “UM” em voz alta.
- A criança seguinte (n.º2) deve falar “DOIS” em voz alta.
- A próxima criança não deve falar “TRÊS” e sim a palavra ZAP. Se ela falar “TRÊS”, estará eliminada e a contagem recomeça a partir do “UM”
- Depois da palavra ZAP (que substitui o “TRÊS”), a próxima criança deve dizer “QUATRO”, a criança seguinte “CINCO”; a seguinte deve falar ZAP pois 6 é múltiplo de 3, depois “SETE”; “OITO”; depois ZAP (ao invés de “NOVE”), depois “DEZ”; depois “ONZE”; depois “ZAP” (ao invés de “DOZE”);depois “ZAP” de novo (ao invés de “TREZE” pois 13 termina com 3 que é o “ZAP”) e assim sucessivamente.
- Ora é muito fácil que uma criança cometa um erro pois pode falar em voz alta um n.º múltiplo de 3 (ou terminado em 3) indevidamente. Pode também falar ZAP para um n.º que não seja múltiplo de 3 (ou terminado em 3) ou ainda errar a seqüência (falar “ONZE” ao invés de “DEZ”), etc.
- Qualquer erro, gera a eliminação da criança e o reinicio da contagem começando pelo “UM” a partir da criança 1.
- Cada criança eliminada deve deixar a “roda” e sentar em outro lugar para não atrapalhar a nova seqüência.
- Quando sobrar apenas uma criança ela é considerada vencedora da rodada e ganha 1 ponto.
- Sucedem-se de 5 a 10 rodadas e declara-se vencedora a criança que tiver mais pontos.
Variantes: A contagem pode reiniciar-se não com a criança nº1 e sim com aquela imediatamente a seguir àquela que foi eliminada. Pode-se também usar outro nas para ZAP (os melhores depois do 3 são o 7 ou o 9).

Nenhum comentário: